Magazzine

GUIA DO BIQUÍNI

28 Set

Conheça os principais modelos e um pouco da história desta vestimenta que revolucionou a moda feminina.

A editora de moda francesa Diana Vreeland disse certa vez: “O biquíni é a invenção mais importante do século XX, depois da bomba atômica”. Polêmico desde seu nascimento em 1946, o biquíni é um dos grandes símbolos da liberdade e independência feminina, ao lado da minissaia. Ambos surgiram após a Segunda Guerra Mundial e em meio às grandes mudanças culturais do período. Até então, exibir o corpo e o umbigo era repudiado e, quando o biquíni foi apresentado no verão europeu, a sociedade ficou em choque.

O provocante conjunto de duas peças criado por Louis Réard e vestido pela bailarina de 19 anos Micheline Bernardini - já que todas as modelos se recusaram a desfilar com o item - chamava-se le bikini. Apesar da inspiração do designer para o nome ter sido o atol de Bikini no Oceano Pacífico, acabou ficando conhecido pelos testes nucleares realizados pelos Estados Unidos coincidentemente, no local, poucos dias antes. 

 

Foi só nos anos 1960 que o biquíni ganhou fama através do filme “007 contra o satânico Dr. No”, da saga James Bond, em que a atriz Ursula Andress aparece na praia usando um modelo branco. Na década de 1970, no Brasil, Leila Diniz, grávida na época, colocou um biquíni considerado pequeno para os padrões conservadores (quando o costume era também as grávidas esconderem suas barrigas) e foi à praia no Rio de Janeiro. As fotos da atriz estamparam jornais e revistas e ela acabou se tornando símbolo de rebeldia e libertação da mulher durante a Ditadura Militar. 

De lá para cá, o biquíni continua traduzindo sensualidade e tem sua história intimamente ligada a da representação do corpo feminino na sociedade. Já os modelos foram se transformando e, se antes mostrar o umbigo era ousado, hoje o fio-dental está aí para provar as mudanças comportamentais da moda. Reunimos aqui os principais tipos de partes de cima e de baixo para que você descubra qual a melhor escolha de beachwear para os dias quentes que estão por vir! Confira!

PARTE DE CIMA

CORTININHA

O biquíni cortininha é caracterizado pelo formato frontal de triângulo, alças bem finas e fecho por amarração. É um dos modelos favoritos das mulheres, fazendo sucesso por ser muito prático e confortável, além de estar disponível em uma enorme variedade de estampas. Democrático, valoriza todos os tamanhos de seios e é a peça perfeita para quem gosta de se bronzear, já que deixa uma marca discreta. 

ENCONTRE O LOOK

MEIA-TAÇA

Derivado do sutiã meia-taça, é ótimo para quem precisa de sustentação, já que possui aro inferior e alças e laterais mais grossas. Esse tipo de parte de cima também modela os seios, oferecendo suporte, segurança e conforto, além de ficar lindo no corpo! 

ENCONTRE O LOOK

TOMARA QUE CAIA

Um clássico, o tomara que caia não possui alças e pode vir em formato faixa, com nó ou arco no centro ou ainda em um shape híbrido do meia-taça. É o modelo ideal para quem deseja se bronzear sem deixar marquinhas! Por não ter tiras, é indicado para mulheres de seios pequenos ou médios, que não precisam de muita sustentação. Mas nada impede que quem possui seios grandes use também! O importante é você se sentir segura e confortável! 

ENCONTRE O LOOK

TOP

O top varia bastante e mistura elementos dos demais tipos de biquíni. Há versões de alças largas e formato que lembra um top esportivo de academia, com babados e mangas bufantes e até com tiras extra na cintura - o chamado strappy. Um dos modelos mais trendy da temporada, é super confortável e prático. 

ENCONTRE O LOOK

CROPPED

O top cropped no melhor estilo beachwear! É a escolha perfeita para quem curte variar na parte de cima e pode ser encontrado em versões diversas: frente única, halter neck, manga longa ou curta, com pegada mais esportiva ou fashionista. 

ENCONTRE O LOOK

PARTE DE BAIXO

AMARRAÇÃO

Também chamado de biquíni de lacinho, tem as laterais compostas por tiras finas ou médias e fecho em amarração. É um dos queridinhos das brasileiras e surge em uma infinidade de opções: do fio-dental ao ruffle. 

ENCONTRE O LOOK

TANGA BÁSICA

Como diz o nome, é a parte de baixo mais básica, com formato que imita a calcinha tanga. Garantindo conforto e segurança, pode apresentar laterais estreitas, médias ou largas, atendendo a todos os gostos e corpos. É uma das mais versáteis e atemporais de todas! 

ENCONTRE O LOOK

FIO DENTAL

É o modelo com laterais finas e parte de trás bem cavada. Surgiu nos anos 1980 com a modelo Magda Cotrofe e até hoje é um dos mais amados pelas brasileiras! Tem uma pegada super sexy e pode vir combinado com tirinhas de amarração ou modelagem asa-delta. 

ENCONTRE O LOOK

CINTURA ALTA, HOT PANTS E ASA-DELTA

As partes de baixo com cós alto nunca fizeram tanto sucesso! Direto dos anos 1980, o biquíni asa-delta possui corte cavado na virilha e laterais que sobem acima da linha do quadril. Ousado e sexy, marca a cintura e acentua as curvas! Já o modelo hot pants é inspirado na lingerie retrô e apresenta cintura alta e laterais largas. É uma opção legal para quem deseja cobrir mais a barriga e o bumbum. 

ENCONTRE O LOOK

RUFFLE E CUT OUT

Dois modelos que integram os demais, mas trazem um toque extra! O ruffle é aquele biquíni com costura franzida - em todo o contorno ou somente na parte de trás, no centro, dando um efeito empinado para o bumbum. Já o cut out segue as tendências do vestuário e leva para o beachwear os recortes e vazados que deixam ainda mais o corpo à mostra e vêm fazendo muito sucesso!  

ENCONTRE O LOOK


você também vai gostar