HISTÓRIA DO CASAMENTO

11 Mai

Que tal entender um pouco mais sobre a história do casamento no mês das noivas?

Maio é conhecido por ser o mês das noivas e até mesmo casamentos, mas você conhece a história do casamento?

Crescemos ouvindo que o vestido da noiva deveria ser branco, que é fundamental ter um buquê de flores e o pai precisa levar a noiva até o altar. As tradições podem variar de acordo com o país, mas algumas são quase que universais, mas você sabe de onde surgiu todas elas? A gente te conta! Confira:

VESTIDO BRANCO

Engana-se quem pensa que o vestido branco é simplesmente por representar a “pureza” e “castidade”, claro que por alguns anos estas foram as conotações dadas a peça. A verdade é que a muitos anos atrás, não existia uma cor pré definida, as noivas tinham como critério usar o seu melhor vestido independente da cor.

Em 1840 a Rainha Vitória casou-se com príncipe Albert e optou por usar um vestido branco quebrando o protocolo de usar as vestes reais, o que foi destaque no mundo tudo. Ela lançou uma moda que dura até os dias atuais. Rainha (literalmente) faz assim!

BUQUÊ DE FLORES

Ah, o charmoso e lindo buquê!

Ele começou a ser utilizado nos primórdios para disfarçar o cheiro da noiva! Isso mesmo, disfarçar o odor. Isso porque a séculos atrás as condições de higiene eram muito precárias! 

Atualmente são usados como item essencial do traje de casamento, tendo valor simbólico e emocional. Quem nunca quis pegar um buquê, certo?

PAI LEVAR A NOIVA ATÉ O ALTAR

Não, não é porque o pai está “entregando” a filha ao noivo, isso acontecia pois as noivas usavam véu tampando o rosto, ou seja, ela precisava de alguém para auxiliar no trajeto até o altar para não ter o risco de tropeçar ou cair.

 

VÉU

A tradição do véu surgiu na Grécia antiga. Ele servia para “proteger” a noiva do "mau olhado”, além do fato de a riqueza ser cotada a partir do tamanho do véu, quanto maior era o véu e mais comprido mais rica a família era, hoje tornou-se apenas um acessório opcional por muitas noivas.

NOIVO NÃO VER A NOIVA ANTES DO CASAMENTO

Aposto que você já escutou que não se pode ver a noite antes do casamento. Isso acontece pois antigamente os casamentos eram arranjados pelas famílias, às vezes na própria infância as crianças já eram prometidas ao seu par "eterno", sendo casamentos baseados em negócios. Então para não ter risco de o noivo desistir ele só conhecia a noiva no altar, o que deu inicio a tradição do noivo tirar o véu da noiva no altar!

CHUVA DE ARROZ

Também é uma tradição vinda dos primórdios, porém naquela época o que era jogado era trigo e/ou outros cereais, posteriormente foram substituídos pelo arroz que simboliza o desejo de “fertilidade” ao casal.

GRAVATA DO NOIVO/SAPATO DA NOIVA

Tradição sem muitos registros históricos, mas geralmente linkado à primeira compra de mercado dos noivos, já que investiram as economias para realizar a festa como forma de agradecer as pessoas pelos presentes!

E aí, gostou de saber um pouco mais sobre a origem de algumas tradições do casamento?

Analista de Marketing, viciada em Bon Jovi, festivais de música e empreendedorismo! A geminiana que ama estudar e falar sobre qualquer assunto!


você também vai gostar