Magazzine

CUIDADOS COM A PELE NO INVERNO

17 Mai

Descubra como proteger sua pele nos dias mais frios e mantê-la saudável

Basta cair a temperatura que já sentimos na pele, literalmente, os efeitos do clima frio. Ressecamento, descamação e coceira são alguns dos impactos na derme durante a estação, sem contar a piora de doenças como as dermatites, rosácea, psoríase, entre outras. Por isso, é preciso ter cuidados especiais nesse período para que a pele não sofra e fique cheia de viço! Confira nossas dicas de como manter sua pele saudável no inverno e também os tratamentos indicados para a época mais gelada do ano!

HIDRATAÇÃO: É PALAVRA DE ORDEM NO FRIO

Com as temperaturas baixas, a pele fica mais seca e muitos fatores podem comprometer sua integridade, seja o vento frio e seco, os banhos quentes ou ainda a baixa umidade do ar. Por isso, hidrate muito e sempre a pele do rosto e do corpo e também as mucosas, como lábios e nariz. 

Manter a pele hidratada ajuda a prevenir o surgimento de coceira e descamação e ainda quadros de dermatite, rosácea, psoríase e outras doenças que tendem a piorar no inverno e necessitam de uma atenção especial nesse período. O objetivo é reforçar a barreira de proteção da pele para mantê-la saudável e evitar o aspecto esbranquiçado, característico da desidratação. 


E isso vale inclusive para quem tem a pele oleosa - já que oleosidade não é sinônimo de hidratação! Apesar da maior produção de sebo, esse tipo de pele também precisa de cuidados e se sugere optar por veículos mais leves, como séruns e géis, e produtos específicos para pele oleosa.

ENCONTRE O LOOK

ADAPTE A ROTINA DE SKINCARE

Assim como no verão, é preciso fazer algumas mudanças para que a pele não sofra com o clima frio, sempre levando em consideração seu tipo de pele e características específicas, como sensibilidade e alergias. Troque o sabonete comum por uma loção de limpeza mais suave e invista em produtos com ativos poderosos para nutrir e reparar a pele. Também é a época do ano perfeita para utilizar cremes mais densos e abusar das máscaras hidratantes. As águas termais e brumas são ótimas opções para borrifar antes da rotina de skincare ou durante o dia entre um compromisso e outro. 

Outra dica é aproveitar para aplicar o hidratante, tanto de rosto como de corpo, logo após o banho, que é quando a pele está mais receptiva a absorver os produtos - além de ser um ritual de autocuidado bem legal para começar ou terminar o dia! E sempre importante lembrar que o uso do protetor solar é extremamente necessário, mesmo quando estiver nublado ou chovendo. Ainda que a incidência dos raios solares seja menor no inverno, os índices totais continuam sendo altos e podem provocar danos a longo prazo na pele. 

ENCONTRE O LOOK

NÃO ESQUEÇA DOS LÁBIOS E DAS MÃOS

É comum negligenciarmos as pequenas áreas do corpo, mas por ficarem expostas, é ainda mais importante cuidar delas. No frio, os lábios costumam ficar mais secos e rachar por conta do vento. Por isso, abuse do protetor labial durante o dia e, à noite, reforce o cuidado com pomadas e cremes mais densos. Intensifique também a hidratação das mãos e aposte em produtos com fator de proteção solar (FPS), além de cremes específicos para as cutículas, que tendem a ficar igualmente ressecadas. 

 

ENCONTRE O LOOK

EVITE BANHOS MUITO QUENTES E DEMORADOS

A água em temperatura elevada remove a oleosidade natural da pele e enfraquece sua barreira protetora. Isso causa ressecamento, o que, além de deixar a pele com aspecto craquelado e sem viço, também pode acarretar em prurido e até lesões avermelhadas. Em casos em que a pessoa possui a pele sensível e doenças como a dermatite atópica, a ducha de água quente torna-se ainda mais prejudicial. 

Outra consequência é o aumento do sebo, tanto em peles oleosas como normais e até secas, já que, por estar desidratada, a derme entende que está desprotegida e acaba produzindo mais oleosidade. Isso vale também para o couro cabeludo, resultando na piora da dermatite seborreica, por exemplo.

Mas e como fazer para evitar esses efeitos? A recomendação é deixar a temperatura da água morna na hora do banho e, quando for lavar somente o rosto na pia, tentar utilizar água fria. Outra dica é optar por sabonetes corporais com a tecnologia syndet, um tipo de detergente sintético que possui uma pequena quantidade de sabão e não agride a pele. 

BEBA ÁGUA E MANTENHA UMA ALIMENTAÇÃO BALANCEADA

O corpo também precisa ser nutrido de dentro para fora. Durante os dias mais frios, é muito comum as pessoas diminuírem o consumo de líquidos e, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), isso prejudica a hidratação da pele e de todo o organismo. Portanto, não esqueça de beber bastante água ao longo do dia! Para quem tem dificuldade em ingerir uma quantidade adequada, vale complementar com outros líquidos, como chás variados e sopas.

Também é sempre importante lembrar de manter uma alimentação saudável, com vitaminas e minerais que ajudam inclusive a prevenir o envelhecimento da pele. Ainda de acordo com a SBD, frutas ricas em vitamina C como morango, laranja, bergamota ou mexerica, limão e cereja, além de vegetais como brócolis, repolho e cenoura, são algumas das sugestões para o consumo na estação.

APROVEITE PARA FAZER PROCEDIMENTOS NA PELE

O inverno é a época perfeita para realizar tratamentos estéticos em consultório como peelings, lasers e luz pulsada, preenchimento, toxina botulínica, além da aplicação de ácidos mais fortes, por conta da menor exposição solar. Como a pele fica mais sensível após os procedimentos, podendo ainda manchar com o sol, é recomendado que sejam feitos durante as estações mais frias - mesmo assim, é imprescindível a aplicação do protetor solar e a atenção aos demais cuidados necessários. 


você também vai gostar